quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Música para Adorar.

Música para adorar.

Canto quando a música é de adoração a Deus.

O meu espírito sabe e reconhece porque o Espirito de Deus me diz. Sei que tenho as minhas preferências mas quando uma música é de adoração nós percebemos. Ela nos enleva e cria em nós o desejo de adorar e obedecer. Ela está paralela com o que diz a bíblia. Ela honra a Deus.

Uma música pode servir para muitos objetivos mas aquela usada no momento de louvor só poderá servir para adorar a Deus. Como nós não temos um momento de louvor a música que cantamos só pode ser aquela que expressa o nosso louvor.

Continuo insistindo que é a Deus que devemos louvar.

Cuidado com essa economia imensa que estão fazendo quando para economizar letras tiram o "D" e o "s" e acabam louvando a "eu".

E temos muitas músicas com essa finalidade e que são cantadas dentro das igrejas como se fossem louvor a Deus. Quando isso acontece, a intenção é a de se sentir agradado e qualquer música serve. Qualquer barulho serve. O que importa é que "eu" me sinta bem!

A bem da verdade, nem toda a música serve, porque aquela que tem a função de adoração não serve. E essa é desprezada nos tais momentos de "louvor". E é isso que temos percebido, não é verdade?! Precisa ser uma música que me deixe pra cima, que me convença de que sou "cabeça e não rabo!"

Para que gastarmos tanto tempo com a leitura e meditação na bíblia se podemos cantar? Afinal, diz o ditado, "quem canta seus males espanta". E o que eu quero é me sentir bem. Quero sair da igreja revigorado e pronto para enfrentar mais uma semana até o próximo domingo à noite. Sim, domingo à noite porque na parte da manhã estou cansado demais para ir à EBD e também o "momento de louvor" é muito fraquinho!

Por isso é que à noite, quando o culto "bomba", eu preciso cantar coisas que me façam sentir invencível, poderoso, determinado, especial, rompedor de quaisquer barreiras, etc...E então, a mensagem tem de ser conforme a música.

E na realidade há muitos pastores pregando (dançando) conforme a música! Público cativo de coisas, comendo bolotas para saciarem a sua fome.

Por que eu cantaria algo que declarasse minha imperfeição, pecado, afronta, precisão, debilidade, dependência, pequenez, necessidade de amparo e incapacidade de realizar algo por mim mesmo?

E então, a mensagem poderia ser inquisitiva sobre a minha vida com Deus. E mostrar-me que só com Ele é que poderei alcançar vitória!

Cantar é louvar a Deus.

E é para louvar a Deus que temos a única possibilidade para abrir a nossa boca com música.

É o nosso serviço que continuamente fazemos com alegria mas que nunca somos dispensados dele. Estamos sempre diante do nosso Deus que deseja o nosso serviço louvor com alegria. A nossa adoração!

Foi para isso que Deus criou a música!

Do contrário, melhor é que fiquemos com a boca fechada. Até mesmo dentro da igreja.

Diácono Henri.

2 comentários:

Marco Teles disse...

Boas colocações. Precisamos conscientizar nossas igrejas do que é realmente louvor, pois muitos estão sendo levados como onda do mar que vai e vem numa dança que não diz nada ao espírito mas somente às emoções sem reflexão.

Deus o abençoe.

Henri disse...

Oração...
É hora de oração para que Deus tenha misericórdia de nós e de nossos filhos.
Deus perdoará os que ainda não entendem o que é e significa Louvor e os ensinará como adorar em "Espírito e em Verdade.".
Afinal Deus é Espírito, Jesus é a Verdade.
Por isso nós adoraremos a Deus nEle e por Ele através de Jesus.
Abraços.
Deus nos abençoe e muito!
Henri.